Linha Tunas

Linha Tunas

Em 1926, teve início a colonização da Linha Tunas, com a chegada das primeiras famílias de Cezare e Augusto Pertuzzatti, Ângelo Argenta e posteriormente as famílias Pitol, Bertoncello, Scaravelli, Grapíglia e José Vedana.

Em 1939 foi construída a capela, que servia para encontros religiosos, reuniões e para o lazer. A devoção a Nossa Senhora da Saúde veio por meio das famílias de Pedro e Rosa Pertuzzatti e Ricardo e Regina Sartoretto, que trouxeram da Itália uma pequena imagem da Santa. A primeira catequista e professora foram, respectivamente, Júlia Pertuzzatti e Ângela Carli. O primeiro casamento realizado na comunidade foi o de Fioravante Roveda com Catarina Pertuzzatti.

A primeira festa em honra a padroeira foi realizada em 21 de novembro de 1939, sendo a partir daí comemorada todos os anos, atraindo cada vez mais devotos. Em 21 de outubro de 1954, era inaugurada a nova capela e em 1985 foi proclamada Santuário Diocesano da Saúde, pelo Bispo Dom Urbano Allgayer.

Localização