Histórico

Breve Histórico do Município de Rondinha

O Município de Rondinha foi criado pelo então Governador do estado do Rio Grande do Sul, o engenheiro Sr. Ildo Meneghetti, conforme Lei Estadual nº 4.832, do dia 02 de dezembro de 1964. O ato foi publicado no Diário Oficial do Estado nº 118, de 03 de dezembro de 1964.

Rondinha, cuja linguagem popular diz que “lá existiu e existe uma fonte de água mineral, onde os tropeiros faziam paradas e avistavam pequenos pássaros chamados por eles de “rondinéle,” os quais esvoaçavam pela fonte e depois seguiam viagem.” Surgiu daí o primeiro nome: Águas de Rondinha. Segundo consta nos relatórios municipais, a denominação foi imposta por esses tropeiros que, no final do século XIX e no início do século XX, cruzavam por estas terras, permanecendo nas mesmas para descansar e, anos mais tarde, passaram a construir pousadas à beira da fonte de água mineral.

A população do município de Rondinha originou-se a partir do processo de colonização que coincide com a terceira e última fase das migrações internas de filhos de colonos, em sua maioria italianos, no século XIX. Nesta fase, conhecida como o salto para o Planalto, os colonos saíram da região de serra, das prolongações de São Leopoldo, Garibaldi e Bento Gonçalves em direção as novas terras destinadas a colonização. Normalmente, o chefe da família chegava antes para tomar conhecimento do lugar, para a aquisição das terras e para preparar algo, ainda que fosse uma pequena e rústica moradia para que, em seguida, pudesse buscar o restante da família.

O atual território do município é de 262 Km². De acordo com o último censo, a população rondinhense é de 5.518 habitantes. Rondinha dista da Capital do Estado a 341 Km. O principal acesso ao Município é pela RS 404 que liga Rondinha a Chapecó (SC), via Ronda Alta e, por outro lado, com o Município de Sarandi, bem como com a BR 386, a qual liga a região com a capital do Estado.

Localizada entre vales, ao norte do Estado, Rondinha é uma opção diferenciada de turismo durante o ano. Além de oferecer aos visitantes as belezas naturais, o município é conhecido por sua histórica fonte de água mineral, situada junto a Praça Municipal Padre Eugênio; pela gastronomia italiana; pelos importantes eventos regionais que realiza, como o Concurso de Vinhos e o Jantar do Porco no Rolete e a RONDILEITE (Feira do Gado Leiteiro de Rondinha). Destaca-se regionalmente pelo grande potencial de negócios e de investimento na produção de grãos, leite e suinocultura. Da mesma forma, Rondinha é destaque na saúde, na educação, na assistência social e na infra-estrutura urbana e rural. As atividades desenvolvidas nessas áreas possibilitam a população local e aos visitantes vivenciarem ótimos momentos junto ao município.

Jonatan Di Domenico.
Professor de História/LP