Orientações sobre as medidas a serem adotadas na na prevenção a COVID-19

16/04/2020

ORIENTAÇÕES SOBRE AS MEDIDAS A SEREM ADOTADAS NA PREVENÇÃO AO COVID-19

 

ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS E INDUSTRIAIS E DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Os estabelecimentos comerciais, de prestação de serviço e industriais estão autorizados a funcionar,durante o estado de Calamidade pública ocasionado pelo COVID-19 (novo Coronavírus), em consonância com os Decretos Estaduais nº 55.154/2020 e Decretos municipais nº 3.000/2020 e 3.006/2020, desde que não haja aglomeração de pessoas e sejam cumpridas as seguintes medidas:

 

  • Todos os comerciantes, prestadores de serviço e seus respectivos funcionários, durante  funcionamento do estabelecimento ou prestação do serviço, deverão utilizar máscara;

 

  • A lotação máxima do estabelecimento não pode ser superior à 30% (trinta) por cento da capacidade máxima prevista no alvará de funcionamento ou Plano de Prevenção Contra Incêndio – PPCI, ou, quando este for de toda a edificação, de uma pessoa a cada 2 (dois) metros quadrados de área livre.

 

  • Manter à disposição, na entrada no estabelecimento e em local de fácil acesso, álcool em gel setenta por cento, para a utilização dos clientes e dos funcionários do local;

 

  • O estabelecimento deverá fixar em sua porta ou fachada, a quantidade máxima de público permitido em seu interior.

 

  • Nos estabelecimentos em que haja formação de fila, interna ou externa, tanto para adentrar ao estabelecimento quanto para retirada de produtos, como por exemplo padaria, açougue, ou no caixa, deverá haver demarcação no chão, ainda que no passeio público, de forma a identificar a distância de 2 (dois) metros que cada pessoa deve manter para a outra.

 

  • Não é permitido a pratica de qualquer jogo (baralho, bochas);

 

  • Não é permitido colocar mesas e cadeiras no passeio público;

 

  • Higienizar, após cada uso, durante o período de funcionamento e sempre quando do início das atividades, as superfícies de toque (mesas, equipamentos, maçanetas, balcões, cardápios, teclados, etc.), preferencialmente com álcool em gel setenta por cento ou outro produto adequado;

 

  • Higienizar, preferencialmente após cada utilização ou, no mínimo, a cada três horas, durante o período de funcionamento e sempre quando do início das atividades, os pisos, as paredes, os forro e o banheiro, preferencialmente com água sanitária ou outro produto adequado;

 

  • Manter locais de circulação e áreas comuns com os sistemas de ar condicionados limpos (filtros e dutos) e, obrigatoriamente, manter pelo menos uma janela externa aberta ou qualquer outra abertura, contribuindo para a renovação de ar;

 

  • Manter disponível “kit” completo de higiene de mãos nos sanitários de clientes e de funcionários, utilizando sabonete líquido, álcool em gel setenta por cento e toalhas de papel não reciclado;

 

  • Manter louças e talheres higienizados e devidamente individualizados de forma a evitar a contaminação cruzada;

 

  • Adotar sistemas de escalas, de revezamento de turnos e de alterações de jornadas, para reduzir fluxos, contatos e aglomerações de seus funcionários;

 

  • Diminuir o número de mesas ou estações de trabalho ocupadas no estabelecimento de forma a aumentar a separação entre elas, diminuindo o número de pessoas no local e garantindo o distanciamento interpessoal de, no mínimo, dois metros;

 

  • Fazer a utilização, se necessário, do uso de senhas ou outro sistema eficaz para evitar filas ou aglomeração de pessoas;

 

  • Dispor de protetor salivar eficiente nos serviços ou refeitórios com sistema de “buffet";

 

  • Determinar a utilização pelos funcionários encarregados de preparar ou de servir alimentos, bem como pelos que, de algum modo, desempenhem tarefas próximos aos alimentos, do uso de Equipamento de Proteção Individual – EPI adequado;

 

  • Manter fixado, em local visível aos clientes e funcionários, de informações sanitárias sobre higienização e cuidados para a prevenção do COVID-19 (novo Coronavírus);

 

  • Instruir seus empregados acerca da obrigatoriedade da adoção de cuidados pessoais, sobretudo da lavagem das mãos ao fim de cada turno, da utilização de produtos assépticos durante o desempenho de suas tarefas, como álcool em gel setenta por cento, da manutenção da limpeza dos instrumentos de trabalho, bem como do modo correto de relacionamento com o público no período de emergência de saúde pública decorrente do COVID-19 (novo Coronavírus);

 

  • Afastar, imediatamente, em quarentena, independentemente de sintomas, pelo prazo mínimo de quatorze dias, das atividades em que exista contato com outros funcionários ou com o público, todos os empregados que regressarem de localidades em que haja transmissão comunitária do COVID-19, conforme boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde, bem como aqueles que tenham contato ou convívio direto com caso suspeito ou confirmado;

 

  • Afastar, imediatamente, em quarentena, pelo prazo mínimo de quatorze dias, das atividades em que exista contato com outros funcionários ou com o público todos os empregados que apresentem sintomas de contaminação pelo COVID-19.

 

  • Fixarhorários ou setores exclusivos para atender os clientes com idade superior ou igual a 60 anos e aqueles de grupos de risco, conforme autodeclaração;

 

  • As lojas de conveniência dos postos de combustível poderão funcionar como a vedação de permanência de clientes no interior dos respectivos ambientes além do tempo necessário para a compra de alimentos e de outros produtos e a proibição de aglomeração de pessoas nos espaços de circulação e nas dependências dos postos de combustíveis e suas lojas, abertos ou fechados.

 

 

MEDIAS A SEREM OBSERVADAS POR TODOS CIDADÃOS CONFORME DETERMINA O MINISTÉRIO DA SAÚDE

  • Quando possível o uso de máscaras

 

  • Lave com frequência as mãos até a altura dos punhos, com água e sabão, ou então higienize com álcool em gel 70%.

 

  • Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.

 

  • Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

 

  • Ao tocar, lave sempre as mãos como já indicado.

 

  • Mantenha uma distância mínima de cerca de 2 metros de qualquer pessoa tossindo ou espirrando.

 

  • Evite abraços, beijos e apertos de mãos. Adote um comportamento amigável sem contato físico, mas sempre com um sorriso no rosto.

 

  • Higienize com frequência o celular e os brinquedos das crianças.

 

  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.

 

  • Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

 

  • Evite circulação desnecessária nas ruas, estádios, teatros, shoppings, shows, cinemas e igrejas. Se puder, fique em casa.

 

  • Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, e fique em casa até melhorar.

 

  • Durma bem e tenha uma alimentação saudável.

 

  • Utilize máscaras caseiras ou artesanais feitas de tecido em situações de saída de sua residência.