Setor Municipal do Talão de Produtor e a colaboração direta no desenvolvimento econômico do município

01/04/2021

Setor Municipal do Talão de Produtor e a colaboração direta no desenvolvimento econômico do município

 Felizmente Rondinha possui uma grande diversidade no que tange a produção primária, com destaque para a produção leiteira, a suinocultura e a produção de grãos em geral. Toda essa produção rural colabora fundamentalmente com o desenvolvimento econômico do município através do retorno do ICMS entre outros fatores.

Porém, para que tanta produção possa realmente colaborar economicamente com o município, os produtores precisam realizar a declaração das vendas dos produtos, bem como a compra de insumos, equipamentos, máquinas, enfim tudo aquilo que permeia a produção primária do município.

Para fazer esse importante trabalho de cadastramento dos produtores, da produção e também a atualização anual, o Município de Rondinha possui um eficiente setor responsável pelo Talão do Produtor. Atuam neste importante nicho da municipalidade, as colaboradoras de carreira, Maricleia Inês Donida Bortoluzzi e Kelen Cristina Bazzo Novello.

As supracitadas colaboradoras enfatizam que tudo o que é produzido, comercializado ou adquirido pelos produtores rurais, seja na agricultura, pecuária ou da agricultura familiar de forma primária deve ser controlado através do talão do produtor rural. Portanto, devem ser emitidas notas de saída e anexadas notas de entradas de mercadoria, independentemente ao fim que o produto se destina.

Maricleia e Kelen sublinham que a manutenção atualizada do talão de produtor é indispensável, por isso é imperativo que os produtores apresentem o talão anualmente no referido setor na prefeitura, para que assim possam ser colhidas as informações para o cálculo do índice de participação do Município no retorno do ICMS, fator importantíssimo no desenvolvimento econômico de Rondinha.

Cabe salientar que os talões devem ser conservados pelo prazo de cinco exercícios completos, contados a partir da emissão de cada nota fiscal, acompanhado de todos os documentos a ele correspondente, para a exibição ao fisco, quando solicitado. O talão do produtor também é importante para a manutenção dos serviços de energia elétrica.

As colaboradoras reiteram que atualmente o município de Rondinha possui 2119 produtores cadastrados e deste número geral dos titulares dos cadastros, 397 são mulheres.

Texto/Fotos: Joel De Brito/DiárioRS

Veja mais fotos: